Monthly Archives: Abril 2010

As configurações electrónicas

As configurações electrónicas dos 20 primeiros elementos da Tabela Periódica

(Completa a tabela)

Questões:

  1. Qual a relação que existe entre o número de electrões de valência e o grupo, para os 20 primeiros elementos da TP?
  2. Qual a relação que existe entre o número de níveis e o período, para os 20 primeiros elementos da TP?
  3. Como sabes a estabilidade está relacionada com o preenchimento do último nível de energia (nível de valência). Se o nível de valência estiver totalmente preenchido significa que se minimizou a energia e o átomo é mais estável. Se assim não for o átomo “cede ou ganha” electrões de forma a conseguir maior estabilidade, e transforma-se num ião. Prevê a natureza eléctrica para os iões dos elementos dos grupos 1,2,16 e 17.
  4. Explica a razão pela qual os elementos do grupo 18 não têm tendência a perder ou ganhar electrões.
Anúncios

O isótopo Carbono-14

Descobrir a idade de um osso de …

Imaginem que uma equipa de arqueólogos descobre os restos de uma ossada. Após esta fase analisam a quantidade de carbono-14 que existe nos ossos e recorrem ao processo de análise que se chama datação pelo carbono-14. Vou tentar explicar o procedimento:

Existem três isótopos principais do carbono que ocorrem naturalmente C-12, C-13 (ambos estáveis) e C-14 (instável ou radioactivo). Estes isótopos estão presentes nas quantidades seguintes C-12 – 98,89%, C-13 – 1,11% e C-14 – 0,00000000010%. Assim, um átomo de carbono-14 existe na natureza para cada 1.000.000.000.000 átomos de Carbono-12 nos seres vivos. Da colisão de raios cósmicos com um átomo na atmosfera resultam neutrões, e esses neutrões, por sua vez, acabam por colidir com átomos de azoto (a percentagem de azoto na atmosfera é aproximadamente 78%). Quando o neutrão colide, com um átomo de Azoto-14 (com sete protões e sete neutrões), este transforma-se num átomo de Carbono-14 (seis protões e oito neutrões) e num protão. Os átomos de Carbono-14 criados pelos raios cósmicos combinam-se com o oxigénio para formar dióxido de carbono, que, posteriormente, as plantas absorvem e incorporam através da fotossíntese. Como os animais e humanos comem plantas, acabam por ingerir também o Carbono-14 (ver imagem).

A relação entre o Carbono-12 e o Carbono-14 no ar e em todos os seres vivos mantém-se praticamente constante no tempo. Os átomos de Carbono-14 estão sempre a decair, mas, são substituídos por novos átomos de Carbono-14, sempre a uma taxa constante. Quando um ser vivo morre cessa a absorção de novos átomos de Carbono. A relação entre o Carbono-12 e o Carbono-14 no momento da morte de um organismo vivo é a mesma que nos outros organismos vivos, mas o Carbono-14 continua a decair e não é reposto. Em 1949 Libby, Anderson e Arnold mediram a taxa de decaimento do carbono-14. Nesta medição concluíram que, após 5568±30 anos, metade do C-14 que existia na amostra inicialmente decaiu. Ao medir a quantidade de Carbono-12 e de Carbono-14 no osso e compará-la com a relação existente num ser vivo, é possível estimar a idade do osso encontrado pela equipa de arqueólogos.

Mas para ossos muito antigos, como os dos dinossauros, não se consegue utilizar este método com o C-14. Tentem descobrir porquê?

Os Átomos dos elementos químicos, a sua constituição e a sua organização na Tabela Periódica

No ano 2009 comecei este Blog para ajudar as minhas alunas que participaram nas OQ júnior. Tivemos que abordar o tema dos átomos e TP desta forma pois estas matérias fazem parte da planificação do 9º Ano, e  é neste ano de escolaridade que  elas estão no presente ano lectivo.

Vejam o Blog AQUI.

Podemos utilizar estas conversas via NET para começar a abordagem do  modelo atómico e organização da TP.

Atenção ao último comentário que alguém fez recentemente a um post deste blog. Foi devido a ele que resolvi reintegrar o blog na nossa caminhada de aprendizagem.

Dancing in the dark

http://www.youtube.com/watch?v=j3Uo24iNA4k

Este video clip põe-me feliz. Durante a minha adolescência vi-o inúmeras vezes e fazia-me acreditar na felicidade e no amor, na época deixava-me feliz. O tema é Dancing in the Dark onde o Boss (Bruce Springsteen) e a sua banda têm um desempenho excepcional. Todos temos influências sociais exteriores em algum período das nossas vidas, vocês hoje, caros alunos, têm os Tokio Hotel. Espero que se sintam como eu há uns anos atrás.